Olá, tudo bem? Como está o seu planejamento 2020?

Planejamento 2020. Foto: Pixabay.

Planejamento 2020. Foto: Pixabay.

O tempo passa muito rápido! Parece que foi ontem que falamos sobre o planejamento deste ano e agora estamos aqui novamente falando em planos, mas para o próximo ano.

Você é capaz de se lembrar o que planejou no ano passado e o que conseguiu colocar em prática nesse ano?

Se você conseguiu implantar as ações do seu plano, parabéns!!! Tenho certeza que a partir de agora será muito mais fácil para você colocar em prática as ações planejadas.

Mas, se você não conseguiu, não tem problema! Estamos aí para iniciar um novo ano e uma nova oportunidade. Confira o que você pode fazer para planejar bem suas ações para 2020:

 

Entendendo o cenário atual da empresa

Antes de mais nada é preciso entender como está sua empresa no cenário atual para, então, fazer o planejamento 2020.

A melhor ferramenta para isso é, com certeza, o Canvas, e você pode saber como fazê-lo aqui.

Com o Canvas feito, você terá uma visão 360º do que acontece em sua empresa, de onde vem a receita e quais são os custos que incidem sobre ela.

Planejamento 2020

Agora que você já consegue compreender melhor o que se passa em sua empresa, chegou a hora de começar a elaborar o seu plano estratégico.

1. A primeira coisa é sentar com as pessoas chaves da empresa para entender como está cada área da empresa e também porque essas pessoas costumam trazer ideias muito pertinentes, já que elas lidam diariamente com problemas que podem virar boas oportunidades.

2. Discuta com sua equipe estas três questões:

  • Onde estamos?
  • Para onde queremos ir?
  • Como chegar lá?

Esteja aberto a ouvir as ideias da sua equipe. Mesmo que elas possam parecer estranhas ou inviáveis, peça ao colaborador para explicar o por quê da ideia e como colocar em prática. Desta forma, a equipa toda poderá ter conhecimento e fazer melhorias, caso seja necessário.

3. Defina um orçamento! Algumas empresas definem um valor fixo mensal, outras, um percentual do faturamento do mês anterior para reinvestir com ações estratégicas de marketing e publicidade, por exemplo. Mas você pode incluir também a implantação de certificações, como a ISO, por exemplo, ou capacitação profissional, ou ainda, uma consultoria para a área financeira e de vendas. Enfim, há diversas ações que são importantes ter em uma empresa e, para isso, é necessário um orçamento já pré-estabelecido.

4. Defina suas metas! “Quais são as metas da empresa para os próximos meses em se tratando de gestão de pessoas, estratégica, financeira, de marketing e vendas? Para seu planejamento ser assertivo todas as áreas da empresa precisam ser contempladas, pois é a evolução do todo que proporcionará os resultados desejados. Nestas metas também devem estar claros os prazos de início das ações, bem como o tempo para sua realização e concretização”, define o master coach José Roberto Marques em seu site.

5. Não basta só definir as metas, é preciso agir! Colocar em prática, talvez seja a parte mais difícil para a maioria das pessoas e empresas, afinal, nem sempre é fácil fazer com que uma equipe inteira trabalhe mudanças que tragam benefício a curto, médio e longo prazo. Por isso, tente manter um programa de recompensas para aqueles que consigam implantar as ações e conseguem atingir as metas com o orçamento definido.

Estes cinco passos certamente irão lhe auxiliar a ter uma visão melhor da sua empresa e a preparar o seu plano estratégico. Não pense que o plano deve incluir somente investimento em divulgação, afinal, de nada adianta ser uma empresa conhecida e oferecer um produto ou serviço ruim ou razoável. Trabalhe para oferecer sempre o melhor e, com isso, obter sempre os melhores resultados, construindo uma empresa forte e saudável e com uma relação de total respeito para com seus clientes.

WhatsApp chat