Olá, tudo bem? Hoje vamos ver aqui a teoria das cores. Você já ouviu falar?

Pode não parecer, mas as cores têm um papel muito importante em nossas vidas.

Ela atua e pode influenciar diretamente em nossas emoções e em nosso estado físico e mental.

As percepções mais comuns que você deve conhecer são referente às cores quentes, que atuam no espectro do vermelho, laranja, amarelo e trabalham no estímulo das percepções, ativam ou irritam. E e as frias, atuantes do espectro verde, azul, violeta, que possuem um efeito calmante e relaxante.

Isaac Newton percebeu, no século XVII, que a luz branca é composta por um espectro das seguintes cores: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta.

Para ser mais exato, essas são as cores do arco-íris, pois parte do mesmo princípio: elas aparecem quando a luz transpassa um cristal (no caso do arco-íris, as gotículas de chuva) e as cores são, então refletidas.

Com isso, Newton organizou as cores em um círculo cromático, como mostra a imagem abaixo.

Círculo Cromático de Newton

Círculo Cromático de Newton

Por meio deste círculo, que diga-se de passagem é uma excelente ferramenta (você verá por que a seguir), os designers gráficos conseguem formar diversas paletas de cores, de contraste, por proximidade, enfim.

Quando falamos em cores, nos vem à cabeça a base das cores primárias. Há três tipos de cores primárias que podemos considerar: O CMY (ciano, magenta e yellow), o RGB (red, green e blue) e o RYB (red, yellow e blue). O CMY é usado em pigmentos de impressão, onde, na verdade, acrescentou-se o K (preto) para trazer mais vivacidade às sombras e a possibilidade da impressão em 1 cor do preto em textos e outros materiais.

Já o RGB é usado como referência de cor em monitores ou qualquer outro equipamento que utiliza a luz como emissão da cor. Se voltamos à nossa infância, vamos lembrar que aprendemos quando pequenos que as cores primárias era simplesmente o RYB, ou seja, o vermelho, amarelo e o azul.

Você encontra a diferença na composição das cores primárias entre o RYB e o RBG porque em um (RYB) você enxerga o reflexo da luz, já no outro (RGB), a emissão. Com isso, a cor amarelo e verde tiveram de ser adaptadas quando alternados os sistemas de cor.

Usando o Círculo Cromático RYB

Círculo Cromático

Círculo Cromático

Vamos usar como base o círculo cromático RYB para falarmos sobre as cores e como usá-las de forma inteligente em seus projetos gráficos.

Usando a ferramenta do círculo cromático RYB, você pode trabalhar as cores em três formas, como vou explicar abaixo.

Cores complementares

São as cores opostas umas as outras no círculo cromático. A utilização dessa técnica permite combinar cores contrastantes. Veja um exemplo de combinações:

O uso das cores complementares requer cuidado e atenção, pois seu contraste é muito grande e, dependendo do seu uso, espaço e design, ao invés de chamar a atenção desejada, trará um efeito contrário.

Nesses casos, temos um outro exemplo, que veremos a seguir.

Cores Semi Complementares

Cores Semi Complementares

Cores Semi Complementares

As cores semi-complementares utiliza o mesmo princípio das cores complementares, no entanto, em uma das pontas, a cor usada será alterada para a cor ao seu lado direito ou esquerdo no círculo. Isso faz com que o contraste entre as cores seja amenizado. Veja um exemplo e compare com a imagem da cor complementar.

Cores Análogas

Cores análogas

Cores análogas

As cores análogas possuem este nome pois fazem analogia entre si.

O uso das cores análogas é muito comum na composição de logotipos e de identidade visual, pois são harmoniosas e muito fácil de equilibra-las na composição de um projeto gráfico. Veja um exemplo:

Não esqueça apenas que indiferente do composição de cores que escolher para fazer o seu projeto, sempre que enviar seus arquivos para a gráfica eles devem estar em CMYK ou, então, em cor especial (Pantone).

Caso contrário, poderá ocorrer diversos tipos de problemas técnicos no momento da impressão do material.

E se você quer saber mais sobre Cores no Design, pode ler esta publicação aqui.

Ferramentas para composição de cores

A Adobe possui uma ferramenta para a composição de cores que é gratuita e muito simples de usar: o Adobe Color CC.

A ferramenta permite criar inúmeras composições de cores, além de oferecer uma biblioteca muito bem abastecida com as informações necessárias para reproduzir a cor em RGB ou Hexadecimal.

WhatsApp chat