Olá, tudo bem? Hoje vamos falar dos diversos tipos de encadernação e lombadas.

Você já reparou que livros e revistas são encadernados de diversas formas? Há aqueles com o simples e famoso espiral, os que são encadernados com wire-o, com dobra e grampo, costurado, enfim, na área gráfica há diversas opções de encadernação para o tipo de material, quantidade de páginas e investimento que o cliente pretende fazer.

Vamos falar um pouquinho de cada um e ilustrar para que você possa fazer a melhor escolha na impressão do seu material:

Encadernação Espiral

É o tipo de encadernação mais simples e barato que existe. Consiste em furar as folhas e passar um espiral pástico ou de metal por estes furos. É um processo que pode ser caseiro (em lojas de papelaria é possível comprar o equipamento e todos os insumos, como o espiral e as capas de acetato) ou industrial, como é feito na Gráfica Cartex.

O pró deste sistema é que pode ser usado para muitas folhas ou poucas. A diferença vai estar na distância da furação e no tamanho do espiral usado.

O contra é que a aparência é rústica e não muito bonito.

 

Encadernação Wire-O

É muito parecido com o sistema do espiral, mas sua furação é quadrada (a do espiral é redonda). O material usado para o wire-o é metal e possui uma aparência muito bonita e profissional, o que valoriza o impresso. Pode ser usado em poucas ou muitas folhas e o seu processo é basicamente industrial.

O pró desse sistema, assim como no espiral é a versatilidade para qualquer quantidade de folhas. Além disso, este sistema mantém alinhado ambos os lados quando aberto.

 

Lombada Canoa

Muito utilizado em revistas e catálogos, a lombada canoa consiste em folhas dobradas e grampeadas ao meio. A lombada canoa é uma alternativa mais em conta se comparado com outros sistemas de encadernação e funciona muito bem quando até cerca de 60 páginas em papel com 90gr/m² em média. É possível usar também menos páginas e gramaturas maiores sem problemas.

É importante ressaltar que este sistema só funciona para materiais com páginas sempre múltiplos de 4. Por exemplo, se um material ficaria bem em 14 páginas, seria necessário expandir para 16 páginas ou reduzir para 12 páginas. Isso porque, quando dobrando um papel ao meio, criamos 4 páginas, por isso, todo projeto com lombada canoa precisa ser múltiplo de 4 páginas.

O pró deste tipo de encadernação é o custo, mas o contra é que projetos com muitas folhas e/ou altas gramaturas ficam inviabilizados por conta da estética, pois as páginas externas acabam ficando maiores em relação às páginas internas por conta da dobra, podendo refilar informações importantes caso o fechamento do arquivo não considere isto.

 

Lombada Quadrada ou Brochura

A lombada quadrada ou brochura é muito usada em revistas com mais páginas e livros. Nas revistas e livros com menor páginas a colagem é feito por um sistema chamado hotmelt, onde as páginas são coladas com uma cola específica em alta temperatura.

Já em livros com mais páginas é muito usado a encadernação costurada, onde são feitos vários cadernos e estes cadernos são costurados na sequência, tornando-os mais robustos ao seu uso.

Agora que você já sabe os diferentes tipos de encadernação, escolha a mais ideal para o seu projeto e deixe com a Gráfica Cartex!

WhatsApp chat