Olá, tudo bem? Hoje vamos dar algumas dicas de como trabalhar redação publicitária.

Se você trabalha na área da publicidade e propaganda, certamente já precisou desenvolver textos para campanhas impressas ou veiculadas em outras mídias, como rádio e tv, mas nem sempre escrever texto publicitário é fácil, não é mesmo?

É preciso ter boas sacadas e conversar com o público certo da forma certa! Parece meio óbvio, mas, às vezes, a falta de atenção faz com que o tiro saia pela culatra. Por isso, vamos deixar aqui 5 dicas para ter textos matadores:

1. Chame a atenção do seu público, mas sem ser óbvio demais

Encher o seu anúncio com splashs do tipo “Qualidade garantida”, “No nosso aniversário é você quem ganha” ou “Ligue agora mesmo” parece muito tentador, mas evite fazer isso! Essas e outras expressões do gênero já estão tão batidas, que o leitor simplesmente passará para a próxima página sem nem ao menos ter lido direito o seu anúncio. E não é isso o que você quer, não é?

Ao invés disso, procure usar frases de efeito que realmente converse com o seu público-alvo e seja menos genérica como as que vimos acima, por exemplo, veja esta propaganda abaixo para uma campanha compra a embriaguez ao volante. Enquanto muitos dizem: “Se beber, não dirija”, este anúncio saiu totalmente do óbvio, mas querendo passar a mesma mensagem e chamando muito mais atenção.

 

2. Saiba para quem está falando

É crucial saber a quem está se comunicando. Mais crucial, ainda, saber se o texto conversa, de fato, com o público. Parece redundante? Vamos ver!

No início do texto falei que às vezes o tiro pode sair pela culatra. E aqui, temos um exemplo claro disso!

Não basta achar que teve uma boa sacada. Muito menos achar que só porque os assuntos são pertinentes um ao outro, o texto será sucesso absoluto.

No exemplo acima, o anúncio desenvolvido para a academia destinada somente para mulheres diz: “Venha conhecer a Curves. Se estiver de TPM, venha na semana que vem.”

Num primeiro momento parece até engraçado, mas aí, quando a mulher que lê este anúncio está prestes a virar a página ela para e pensa: “Espera aí: como é que uma academia que é só para mulheres se posiciona com um pensamento tão machista assim?”

E continua refletindo… “Será que quando eu estiver de TPM não serei bem-vinda? Será que nem a academia que é somente para mulheres irá me acolher quando eu estiver num momento de fragilidade, como a TPM? Será que a academia não sabe que é no momento da TPM que o corpo feminino mais precisa de exercícios para mandar embora todos os sintomas ruins da TPM?”

Ou seja, o anúncio fala de um problema que acomete em mulheres, que é o público da marca anunciante, mas faz com que o anúncio gere uma reflexão negativa, ao invés de gerar algo positivo.

 

Mas não pense que todos os anúncios são assim! Tem muita coisa boa por aí!

Um bom exemplo é este próximo, da Havaianas, para a campanha do dia dos namorados.

Veja como a frase é concisa, mas causa um impacto no leitor de forma positiva! Bacana, não?

 

3. Pergunte sempre que puder

Usar perguntas pode ser uma boa tática para criar um anúncio de peso. Mas tenha cautela, pois a resposta para a pergunta precisa fazer com que o leitor se veja dentro da situação, ou seja, ele precisa responder de forma participativa. Veja uma boa sacada para um texto com este estilo:

 

4. Texto e imagem precisam estar sempre em sintonia

Não adianta redator e diretor de arte acharem que um é mais importante que o outro. O trabalho deve ser feito em conjunto e a equipe precisa estar em sintonia para que o resultado final seja surpreendente.

Por isso, quando o texto precisar descrever uma imagem, é preciso que esse texto esteja realmente de acordo com o restante do conteúdo. Pode parecer fácil descrever uma imagem, mas eu vou te falar, às vezes, ser objetivo demais é muito mais difícil do que escrever páginas e mais páginas de texto. Principalmente quando é para descrever uma imagem, pois se coloca muitos detalhes pode ficar redundante demais, mas se coloca poucos detalhes, pode parecer seco demais… e por aí vai.

Voltar lá para o os primeiros passos é determinante, pois é preciso saber chamar a atenção do público sem ser óbvio demais e saber com quem está falando para encontrar o equilíbrio.

Vejamos o próximo exemplo para nos inspirarmos em algo que ficou realmente bom!

 

5. Evite cacofonia

Talvez você não se recorde do que seja cacofonia e eu vou lembrar rapidamente e de forma bem resumida: é quando o som da última sílaba de uma palavra se junta a primeira sílaba da palavra seguinte, soando feio, estranho, desagradá13vel ou, então, parecendo criar o som de outra palavra.

Talvez você deve estar pensando: “Ahhh, mas para os impressos eu não preciso me preocupar com isso”. E aí eu digo: Engano seu!

Há alguns anos atrás uma das maiores instituições financeiras do país fez uma campanha com a seguinte frase:

Nunca gaste o seu dinheiro

Eu nem preciso dizer que depois de alguns dias a frase virou motivo de chacota por conta da cacofonia, forçando a instituição repensar em toda a campanha.

Então, por mais espetacular que seja seu texto, procure ler em voz alta para evitar certos constrangimentos.

 

Seguindo essas dicas, tenho certeza que suas campanhas serão só sucesso. Boa sorte!

 

 

WhatsApp chat